Tomografia Computadorizada (TC)

Tomografia Computadorizada (TC)

Como é feito
Deita-se na mesa do aparelho (chamado de tomógrafo), em posição que varia conforme a parte do corpo a ser escaneada. Por meio de ampola de raios-x e detectores, o equipamento capta diversas imagens durante alguns minutos.
Em alguns casos, é necessário administrar contraste iodado – pela boca, por sondas ou pelas veias do paciente. A substância ajuda a definir melhor vasos sanguíneos e lesões.
Para quem não é alérgico, a substância é segura. Mas pode gerar reações adversas, como náuseas e dor de cabeça.

Para que serve?
Para diagnosticar inúmeras doenças e pequenas alterações em vários setores do organismo humano. Por exemplo: a tomografia pode avaliar traumas cranianos ou, por causa dos seus resultados rápidos, ajudar a encontrar acidentes vasculares cerebrais nos prontos-socorros.
Além disso, o procedimento detecta tumores e processos infecciosos de diferentes órgãos. Sinais importantes de alerta, como hemorragias, aneurismas, perfuração de alças intestinais e até infartos também são detectados com o exame.

Preparo:
- Chegar 30 minutos antes do horário agendado.
- Trazer exames anteriores.
- Não vir com adornos metálicos (jóias e bijuterias).
- Não suspender os medicamentos em uso.
- Quando constar no pedido médico "EXAME SEM CONTRASTE", não será necessário acompanhante.

Tipos de Exames:
- Tomografia Computadorizada do Abdomen Superior
- Tomografia Computadorizada das   Articulações
- Tomografia Computadorizada Coluna (3   Segmentos)
- Tomografia Computadorizada Coluna (Por/ Segmento)
- Tomografia Computadorizada de Crânio ou Orbitas
- Tomografia Computadorizada Face, Seios da Face
- Tomografia Computadorizada Mastoides ou Ouvidos
- Tomografia Computadorizada da Pelve ou Bacia
- Tomografia Computadorizada do Pescoço
- Tomografia Computadorizada de Membros
- Tomografia Computadorizada do Tórax

Receba nossos
Informativos

*Não enviamos SPAM!